Ir para conteúdo
Notícias

Notícias

Sem Resultados a Apresentar
APOIO EXTRAORDINÁRIO À RETOMA PROGRESSIVA DE ATIVIDADE - GABINETE DE CRISE

APOIO EXTRAORDINÁRIO À RETOMA PROGRESSIVA DE ATIVIDADE - GABINETE DE CRISE

O Gabinete de Crise da Câmara Municipal de Castelo de Vide informa que o programa de apoio “lay off” simplificado mantém-se apenas para as empresas por decisão legal ou para as que ainda não atingiram o limite das três prorrogações mensais.
 
Este novo apoio apenas prevê a possibilidade da redução dos horários de trabalho e produz efeitos desde o dia 01 de agosto de 2020 até 31 de dezembro de 2020.
 
Podem aceder ao apoio as empresas com quebra de faturação igual ou superior a 40% no mês anterior ao pedido face ao mês homologo ou face à média mensal dos dois meses anteriores. Para quem tenha iniciado a atividade há menos de doze meses, face à média da faturação mensal entre o início da atividade e o penúltimo mês a que se refere o pedido.
 
Tem ainda a receber uma compensação de dois terços da sua retribuição normal ilíquida correspondente às horas não trabalhadas, em agosto e setembro, e a quatro quintos em outubro, novembro e dezembro.
Esta compensação tem como limite três salários mínimos (1.905,00€) e é financiada em 70% pela Segurança Social e em 30% pelo empregador.
 
O diploma prevê ainda descontos ou isenção do pagamento da Taxa Social Única (TSU) a cargo do empregador, consoante a dimensão da empresa, mas apenas sobre o valor da compensação retributiva e não sobre a remuneração relativa às horas trabalhadas.
 
Em agosto e setembro, as micro, pequenas e médias empresas estão isentas de Taxa Social Única (TSU) na parte do empregador e as grandes empresas têm um desconto de 50%.
 
Em outubro, novembro e dezembro apenas as micro, pequenas e médias empresas ficam dispensadas de pagar 50% da TSU.
 
Mais Informações:
 
Gabinete de Crise da Câmara Municipal de Castelo de Vide
https://dre.pt/application/conteudo/139209038
Publicado em 11/08/2020 |COVID-19
CASTELO DE VIDE JÁ TEM ESTUDO PARA MAIS HABITAÇÃO NO BAIRRO DO OLIVAL DA MEALHADA

CASTELO DE VIDE JÁ TEM ESTUDO PARA MAIS HABITAÇÃO NO BAIRRO DO OLIVAL DA MEALHADA

A Reabilitação Urbana é fundamental para Castelo de Vide, vivendo no presente uma dinâmica absolutamente extraordinária com evidentes benefícios para a construção civil e para a revitalização do Centro Histórico. Porém, o crescimento de Castelo de Vide e a fixação de novos residentes impõe naturalmente que haja outras alternativas!
 
Por essa razão, confiámos oportunamente ao arquiteto municipal Luís Pedro a concepção do projeto da construção de um novo bairro no olival da Mealhada, pelo que tivemos esta semana no local a analisar as propostas para o efeito.
 
Gozando de uma localização privilegiada, este terreno poderá proporcionar ampliar a resposta da habitação com a construção de 14 fogos, entre a estrada da Mealhada e a estrada do Bairro de Santo António, sendo que as casas acompanham o declive do terreno em três patamares por forma a garantir-se de todas elas desfrutar da vista para a serra de São Paulo.
 
Com cerca de 250 m2, com garagem e quintal, todos os imóveis desenvolvem-se por dois pisos (r/c e 1° andar), numa tipologia de t3 e t4, num programa muito funcional e equilibrado.
 
Procurou-se encontrar uma solução harmoniosa que não densifique massivamente a urbanização no olival, mantendo-se assim a relação com elementos estruturantes da envolvente e sem rupturas.
 
Este novo Bairro poderá certamente contribuir para responder à carência de habitação, podendo constituir pela sua localização e qualidade um importante estímulo para a fixação de novas famílias e até de concelhos vizinhos.
 
Competirá agora à Câmara Municipal aprovar a proposta de loteamento e os termos da sua construção.
Publicado em 27/07/2020 |Municipais
CASTELO DE VIDE NA REDE DE PERCURSOS CYCLING DO ALENTEJO-RIBATEJO

CASTELO DE VIDE NA REDE DE PERCURSOS CYCLING DO ALENTEJO-RIBATEJO

Na passada sexta-feira, o Presidente Ceia da Silva esteve em Castelo de Vide a assinalar a integração do nosso Concelho na Rede de Percursos Cicláveis do Alentejo-Ribatejo, a qual contempla mais de 3.000 km homologados nos 11 municípios contemplados.
 
 
Saudamos esta importante iniciativa da Entidade Regional de Turismo na medida em que esta oferta, para além de disponibilizar equipamentos úteis para a manutenção das bicicletas aos praticantes do btt e ciclismo residentes no território, permite estruturar um produto turístico com adeptos crescentes.
 
Sabemos que, cada vez mais, as nossas paisagens e trilhos são explorados por turistas que procuram um contato maior com a natureza e que desfrutam dela num estilo desportivo e saudável.
 
 
Os equipamentos, sinalética e conteúdos que irão passar a estar totalmente disponíveis ao público muito em breve, deverão ser aproveitados pelos estabelecimentos turísticos, designadamente por aqueles mais vocacionados para a recepção de clientes que procuram o turismo-aventura, o turismo-natureza, atividades out-door.
 
 
Assim, aos empresários é aqui deixada uma oportunidade para poderem ser mais concorrenciais, com um novo produto certamente muito importante nesta nova era pós-COVID.
 
 
O município de Castelo de Vide sauda esta importante iniciativa da ERTAR, que contou com a estreita colaboração da Federação Portuguesa de Ciclismo e do Parque Natural da Serra de São Mamede, e reafirma o seu compromisso de continuar a dotar o território com equipamentos e infra-estruturas que beneficiem o setor privado a melhor estruturar, diversificar e qualificar a oferta.
Publicado em 27/07/2020 |Municipais
Anterior
12
...
8
Seguinte