Ir para conteúdo
PARQUE NATURAL DA SERRA DE SÃO MAMEDE É A PRIMEIRA ÁREA PROTEGIDA A TER UMA COMISSÃO DE COGESTÃO CONSTITUÍDA
Publicado em 11-01-2021 |Parque Natural da Serra de São Mamede

Com a publicação do despacho n.º 12612/2020, divulgado em Diário da República no passado dia 28 de dezembro, a Comissão de Cogestão do Parque Natural da Serra de São Mamede (PNSSM) assume assim a legitimidade da sua composição e do seu funcionamento pleno.

 

Assim, teve no passado dia 6 de janeiro, a primeira reunião da Comissão de Cogestão do PNSSM, ao qual teve na sua ordem de trabalhos a apresentação dos membros da Comissão, a análise da proposta de regulamento de funcionamento da mesma, a designação da estrutura de apoio e o plano de gestão e plano anual de atividades.

 

É, portanto, com enorme expetativa que esta equipa assume a responsabilidade de iniciar um novo ciclo para o PNSSM.

 

Garantindo-se sempre, a salvaguarda e a defesa dos valores ambientais e naturais, da paisagem, esta Comissão pretende implementar uma nova dinâmica, mais comunicação e mais promoção e mais sensibilização por forma afirmar-se o PNSSM num ativo que na prática contribua para a valorização do território promovendo emprego e mais economia.

 

É desígnio desta Comissão contribuir para um Parque mais inclusivo e de maior proximidade, por forma a que as populações dos concelhos que o integram se sintam identificadas.

 

A Comissão é composta pelos seguintes membros:

 

-O Presidente da Câmara Municipal de Castelo de Vide, que preside à comissão de cogestão;

-O Diretor Regional da Conservação da Natureza e Florestas do Alentejo;

-Representante do Instituto Politécnico de Portalegre;

-Representante da Associação Quercus;

-Representante da Associação de Lugares da Serra Alentejana;

-Representante da Associação de Agricultores do Distrito de Portalegre;

-Representante do Turismo do Alentejo.

 

A missão principal desta Comissão visa sobretudo criar uma dinâmica partilhada da área protegida, estabelecendo procedimentos e estratégias concertadas através de maior articulação e eficiência das interações entre o ICNF, os Municípios e as demais Entidades Públicas envolvidas.